10 regras de ouro para realizar uma sessão de criatividade

por Jairo Siqueira · 5 comentários

em Criatividade, Técnicas e Ferramentas

Sessão criativa

Regra Nº. 1

Um ponto importante de toda sessão de criatividade é que os participantes abordem tanto o problema como a solução sob diferentes ângulos, com base nas suas experiências, preferências, imaginação, habilidades e tudo o mais. Considere reunir uma combinação de pessoas que, embora tenham visões distintas, sejam capazes de cooperarem. Considere também a colocação de uma pessoa provocativa e de pensamento não convencional que possa causar alguma perturbação saudável.

Regra Nº. 2

Componha a equipe de forma equilibrada entre pessoas mais intuitivas e pessoas de mentalidade analítica. Combine intuição e razão, de um lado você terá imaginação, idéias provocativas e vôos nas alturas; do outro lado, fatos e dados, idéias mais conservadoras e pés no chão. Na montagem da equipe não se deixe influenciar pela hierarquia e nem por etiquetas que o obriguem a ter representantes departamentais.

Regra Nº. 3

Cada membro da equipe terá um perfil altamente individualizado de fraquezas e qualidades, habilidades mentais, experiências e conhecimentos. Cada um deve estar ciente de que, embora possa ser o melhor em algumas destas características, há outros membros da equipe que também são os melhores em outros conjuntos distintos de características individuais. Desta forma, a nenhuma pessoa será permitido assumir uma posição dominante dentro do grupo.

Regra Nº. 4

É muito importante ter sempre em mente, e fazer com que todos saibam, que uma equipe em si não é criativa, os indivíduos dentro da equipe é que o são. O processo criativo é totalmente dependente da forma de como as pessoas interagem e estimulam umas às outras na geração de idéias. A criatividade coletiva nasce de um a polinização cruzada de habilidades, conhecimentos, experiências, conceitos e visões individuais.

Regra Nº. 5

A chave para se obter idéias apropriadas é a clara definição do problema, pois é a partir desta definição que as idéias brotarão. Definições confusas levarão a soluções erradas para o problema errado. O líder da sessão criativa deve tomar cuidado em não fazer uma definição do problema muito estreita, mas também deve considerar os perigos de uma definição muito ampla e vaga. Há muita diferença entre procurar como pular a cerca de um jardim e procurar soluções de como entrar no mesmo jardim. A primeira proposição limita as opções, a segunda abre um vasto leque de opções possíveis.

Regra Nº. 6

Não jogue o problema sobre a equipe. Dê ao grupo, com a maior antecedência possível, a definição do problema e o máximo de informações disponíveis. É aconselhável que o grupo tenha, pelo menos, dois dias para estudar estas informações.

Regra Nº. 7

Não desperdice tempo, nem o seu e nem o dos outros. Somente reúna uma equipe para estudar um problema se você realmente tiver a intenção de fazer alguma coisa a respeito e estiver comprometido a encontrar uma solução e implementá-la. Reuniões sem resultados práticos desmotivam as pessoas, que não darão o melhor de si quando forem novamente convocadas.

Regra Nº. 8

Esteja sempre alerta e mantenha separadas as fases de geração de idéias e de avaliação. Às vezes esta separação se torna difícil. Se isto acontecer, é responsabilidade de cada membro da equipe identificar o desvio desta regra e chamar a atenção do grupo. Não permita comentários como “Isto é bom, mas” …., ou “Isto já foi tentado antes”, ou “Isto não dará certo aqui”.

Regra Nº. 9

O papel do líder da equipe é estimular e encorajar a equipe, especialmente, quando a geração de idéias se tornar lenta e sem imaginação. Contudo, o líder não deve se preocupar com alguns breves momentos de silêncio, reconhecendo que há necessidade de momentos de reflexão silenciosa sobre as idéias que estão por surgir.

Regra Nº. 10

Após a fase de geração de idéias use um processo sistematizado e consensado para classificá-las e avaliá-las. Esta avaliação pode ser feita pela mesma equipe, à qual devem ser agregadas outras pessoas interessadas na solução do problema. Selecionadas as melhores idéias e tomada a decisão, prepare um plano de ação e divulgue-o a todos os participantes e interesssados.

Livros Criatividade

Artigos relacionados:

O processo criativo

Criatividade e inteligência

Criatividade e intuição

Para cada problema complexo existe uma resposta clara, simples e errada

Como selecionar suas melhores idéias

Para uma lista completa, consulte Índice de Artigos

Escreva seu comentário

{ 5 comentários… leia-os abaixo ou escreva o seu }

Lohraine Alves maio 23, 2011 às 11:06

Nossa o site é ótimo, tudo muito bom você esta de parabéns, cada pagina descobrimos novos horizontes, novas possibilidades, cada pagina é uma nova descoberta, obrigada por me dar esta possibilidade de aprender com seus conhecimentos! Beijos*

Responder

Jairo Siqueira maio 23, 2011 às 11:11

Lohraine, obrigado pela sua visita e pelas palavras de incentivo. Abraços.

Responder

Dyovanne janeiro 9, 2011 às 18:46

Estou gostando de ler os seus artigos. Obrigado.

Responder

Sandra Mônica Winkelmann novembro 18, 2007 às 23:37

ÓTIMAS SUGESTÕES SE EVIDENCIAM NOS ARTIGOS!!

PARABÉNS,

SANDRA MÔNICA

Responder

Angelica setembro 19, 2007 às 11:14

Nota 10 p/ seus artigos!! Parabens!!!

Responder

Artigo anterior:

Artigo seguinte: