As lições da Pixar sobre a criatividade coletiva

por Jairo Siqueira · 0 comentários

em Criatividade, Inovação, Liderança

Estudios Pixar

O cinema costuma apresentar a criatividade como fruto de uma criação individual de um executivo genial. Embora isto possa ocorrer eventualmente, isto é uma exceção e não a regra no mundo real dos negócios. Especialmente nas grandes organizações, as inovações nascem do trabalho coletivo, isto é, da contribuição de especialistas de vários setores. Nas organizações e projetos complexos, a criatividade é o fruto da cooperação de talentos diversos que se completam e se reúnem para solucionar problemas.

Em artigo na Harvard Business Review, Ed Catmull, presidente dos estúdios Pixar, escreve sobre a importância da criatividade coletiva, que ele considera a base dos grandes sucessos daquele estúdio. Desde o início da década de 1990, a Pixar é considerada a líder na tecnologia de animação computadorizada, com extraordinários sucessos de bilheteria como Toy Story, Monstros S.A., Os Incríveis, Carros, Ratatouille e WALL-E.

Vejamos algumas declarações de Ed Catmull extraídas do artigo:

Embora eu não seja tolo bastante para predizer que nunca teremos um fiasco, eu não penso que nosso sucesso se deva à sorte. Pelo contrário, eu acredito que nossa aderência a princípios e práticas para gerenciar talentos criativos e riscos seja a explicação. A Pixar é uma comunidade no verdadeiro sentido desta palavra. Nós pensamos que relacionamentos duradouros são importantes e comungamos algumas crenças básicas:

  • Talento é raro.
  • O trabalho da gerência não é evitar riscos, mas de criar a capacidade de recuperação quando ocorrem falhas.
  • Deve ser seguro dizer a verdade.
  • Nós devemos desafiar constantemente todas as nossas suposições e procurar por falhas que possam destruir nossa cultura.

Um filme contém literalmente milhares de idéias. Elas estão na forma de cada frase; no desempenho de cada linha; na criação dos personagens e cenários; nas locações da câmera; nas cores, iluminação e ritmo. O diretor e outros lideres criativos da produção não criam todas as idéias; pelo contrário, cada uma das 200 a 250 pessoas do grupo de produção pode fazer sugestões. A criatividade deve estar presente em cada nível da parte artística e técnica da organização. Os lideres examinam a massa de idéias para encontrar aquelas que se encaixam de forma coerente no todo – o suporte da história – uma tarefa muito difícil. É como uma escavação arqueológica onde você não sabe o que está procurando ou mesmo se encontrará alguma coisa. O processo é assustador.

O que é igualmente árduo, certamente, é fazer com que pessoas talentosas trabalhem efetivamente umas com as outras. Isto exige confiança e respeito, que nós como gerentes não podemos obrigar; devem ser obtidos com o tempo. O que nós podemos fazer é criar um ambiente que promova relacionamentos confiáveis e respeitosos e que liberem a criatividade. Se fizermos isto corretamente, o resultado será uma comunidade vibrante onde pessoas talentosas são leais umas às outras e ao seu trabalho coletivo. Cada um sente que é parte de algo extraordinário, e que a paixão e as realizações fazem da comunidade um imã que atrai pessoas talentosas que vêm das escolas e de outras empresas. Eu sei que estou descrevendo a antítese das práticas de agências independentes que prevalecem na indústria do cinema, mas este é o ponto: eu acredito que a comunidade é o que importa.

Toy Story 2 foi grande, se tornou um sucesso de critica e comercial e foi o momento definitivo para a Pixar. Ensinou-nos uma importante lição sobre a primazia das pessoas sobre as idéias: Se você der uma boa idéia a uma equipe medíocre, eles estragarão tudo; se você der uma idéia medíocre a uma grande equipe, eles a consertarão ou a descartarão e voltarão com alguma outra coisa que funcione.

Fonte: How Pixar fosters colletive creativty, Harvard Business Review

Livros Criatividade

Artigos relacionados:

Os 9 princípios de inovação do Google

Inovação: As lições do Firefox

Como líderes inovadores tratam as idéias criativas

Inovação: como lidar e aprender com seus fracassos e sucessos

Criatividade: como superar o medo de falhar

Para uma lista completa, consulte Índice de Artigos

Escreva seu comentário

{ 0 comentários… acrescente o seu agora }

Artigo anterior:

Artigo seguinte: