Para sobreviver à crise, use seus ativos e competências com inteligência

por Jairo Siqueira · 1 comentário

em Inovação, Motivação

crise_oportunidade2Constantemente ouvimos que as crises e as oportunidades estão sempre juntas, como as duas faces de uma moeda. Contudo, as oportunidades, tanto nos momentos normais como nas crises, somente se revelam para aqueles que se mantêm alertas e podem olhar além dos problemas que estão no seu caminho. As oportunidades não se revelam para aqueles que somente vêm a face da crise ou que se agarram ao que funcionou nos bons tempos.

Os inovadores são capazes de identificar os caminhos para ir em frente, mesmo quando tudo parece puxá-los para traz. Eles não se esquecem que, mesmo em momentos de crise, as pessoas têm necessidades que precisam ser atendidas. As necessidades não desaparecem, elas podem tomar novas formas e exigir que adaptemos nossos métodos, produtos e serviços.

Como em situações de crise devemos agir com prudência e não aumentar nossa exposição a riscos, o segredo do sucesso pode estar na exploração inteligente de seus ativos para atender às novas demandas do mercado. Estes ativos podem ser intrínsecos, operacionais e circunstanciais.

Ativos intrínsecos

Estes ativos podem incluir recursos financeiros, terra, equipamentos, pessoas, uma marca forte, canais de distribuição, posição no mercado, patentes e licenças, know-how, experiência, tecnologia, produtos e serviços existentes, etc.

Nos momentos de crise, os ativos mais importantes podem ser as competências das pessoas da organização: seus conhecimentos, habilidades e atitudes. Uma cuidadosa avaliação destes ativos deve incluir as seguintes questões:

  • Onde estão os nossos pontos fortes?
  • Estamos usando estes ativos plenamente?
  • Há outras maneiras de usar estes ativos?

Ativos operacionais

Um ativo operacional surge do modo como alguma coisa é executada. Por exemplo, um ônibus urbano é visto por milhares de pessoas tornando-se um bom veículo de publicidade. A melhor maneira de considerar os ativos operacionais é listar as atividades, dividir cada uma em passos e descrevê-los. Em seguida, procure pelas oportunidades que podem existir em cada um destes passos.

Ativos circunstanciais

Um ativo circunstancial é um ativo que depende da situação atual. Usualmente, ele surge de uma mudança nas circunstancias, como uma mudança na legislação ou na economia. Uma alteração nos preços pode também originar um ativo circunstancial. A elevação nos preços do petróleo viabilizou os biocombustíveis.

Ao procurar por oportunidades criadas pelos ativos circunstanciais, as seguintes perguntas devem ser respondidas:

  • Como estas mudanças nos afetam?
  • Esta nova situação oferece alguma oportunidade?
  • Estas oportunidades têm algo que nos interessa?

Pessoas, atitudes e oportunidades

Mesmo as oportunidades mais óbvias podem ser ignoradas por uma pessoa que não está motivada para vê-las. Nos momentos mais críticos, as organizações são dominadas pelas urgências e não conseguem dedicar tempo para as coisas mais importantes. A atitude de atenção às oportunidades se baseia na distinção do que é urgente e do que é importante. Uma pessoa que preenche todo o seu tempo com assuntos urgentes não terá tempo para se dedicar à procura de oportunidades.

Livros Criatividade

Artigos relacionados:

Inovação em tempo de turbulências

Criatividade, inovação e competitividade

Criatividade e inovação na pequena empresa

Criatividade: mente aberta, olhos e ouvidos atentos

Criatividade: como superar o medo de falhar

Para uma lista completa, consulte o Índice de artigos

Escreva seu comentário

{ 1 comentário… leia-o abaixo ou escreva o seu }

helio rodrigues abril 5, 2009 às 21:56

excelentes colocaçoes vao servir para novo rumo em minha profissao de 32 anos na area comercial tratando com gente hoje trabalho em cobrança call center e sinto na pele tudo que vejo escrito aqui valiosas experiencias e informaçoes o dificel é praticalas praticalas praticalas…
um grande abraço de helio do sul..

Responder

Artigo anterior:

Artigo seguinte: