Criatividade: Mitos e realidade

por Jairo Siqueira · 2 comentários

em Criatividade, Motivação

criatividade_mitosAlgumas ideias erradas sobre a criatividade têm levado as pessoas a ignorarem o potencial criativo que existe em cada um de nós. Os mesmos enganos têm levado as empresas a adotarem práticas inadequadas para fomentar a criatividade de suas equipes.

Antes de abordar estas ideias erradas é aconselhável esclarecer o significado do termo criatividade. No contexto deste artigo, criatividade é a habilidade de gerar ideias originais e úteis e solucionar os problemas do dia-a-dia. Ser criativo é olhar para as mesmas coisas como todo mundo, mas ver e pensar algo diferente.

O primeiro mito: a criatividade é um dom especial que somente algumas poucas pessoas têm. O talento, a persistência e a concentração podem ser um dom, mas o potencial para ser criativo é algo disponível para todos nós. Muitas pessoas deixam este potencial ser anulado por bloqueios culturais e ambientais e pelo medo de errar e parecerem tolas. Outras usam o potencial criativo ocasionalmente.

O segundo mito é que as pessoas se tornam mais criativas quando trabalham sobre pressão. A experiência mostra que, sob certas condições especiais, isto pode ser verdade. Contudo, a experiência mostra também que sobre muita pressão, especialmente do tempo, as pessoas se contentam com as primeiras idéias que lhes ocorrem, as mais óbvias. Muita pressão pode reduzir a originalidade das soluções.

O terceiro mito é sobre o poder do dinheiro como motivador da criatividade. O reconhecimento material é um motivador extrínseco, isto é, vem de fora da pessoa. A motivação extrínseca é induzida por outra pessoa ou organização interessada nos resultados do processo criativo. Estudos conduzidos por Teresa Amabile, da Universidade de Harvard, revelaram que a grande força acionadora da criatividade está na motivação para a tarefa executada, no interesse e paixão que as pessoas sentem pelo trabalho. Esta é a motivação intrínseca, que vem de dentro da pessoa criativa. O dinheiro pode influenciar a motivação intrínseca (interna), mas não pode criá-la.

O quarto mito: competição é melhor do que colaboração. Esta ideia pode ser válida para a competição entre empresas, mas é um desastre quando aplicada a grupos dentro de uma organização. A competição interna leva ao isolamento, politicagem, restrições ao fluxo de informações e desperdícios de recursos. De outro lado, a colaboração favorece a polinização cruzada de ideias, o intercâmbio de informações e experiências, fatores importantes para a geração de ideias originais.

Livros Criatividade

Artigos relacionados:

Criatividade e inovação

Criatividade e inteligência

Bloqueios à criatividade

Criatividade e intuição

Criatividade e motivação

Para uma lista completa, consulte o Índice de artigos

Escreva seu comentário

{ 2 comentários… leia-os abaixo ou escreva o seu }

deusa Lótus setembro 20, 2009 às 00:45

Olá! Estou visitando pela primeira vez o seu Blog. Eu, sou historiadora, blogue-maníaca e me atrevo a escrever alguns textos. Estou num processo criativo e empreendedor que chamo de projeto “Alquimia do Amor”. Então, obcecada que sou, passo grande parte do meu tempo lendo, pesquisando na internet, escrevendo e criando cursos e atividades ligadas ao desenvolvimento feminino. Eu me tornei blogue-maníaca, porque é impressionante a quantidade de Blogs incríveis que existem! O seu, é mais um deles! Eu, tenho uma ideia muito boa. Na minha opinião, é a melhor ideia do mundo! Quero muito trazer para a realidade o meu projeto e por isso, agora, estou estudando temas sobre administração e marketing. Seu blog será uma boa fonte de informação para mim! Mas, te deixo um pedido… o que mais eu poderia ler para me tornar uma empreendedora tenaz e motivada? Confesso que a cascata de “Nãos” me deixam meio desanimada. Mas, é sempre assim quando temos uma ideia original, né não?
Beijos e parabéns!

Responder

Angelica junho 14, 2009 às 11:29

Parabens pelo site, muito instrutivo.

Responder

Artigo anterior:

Artigo seguinte: