Pensar é preciso

por Jairo Siqueira · 0 comentários

em Criatividade, Pensamento crítico

Muitos poucos realmente buscam o conhecimento neste mundo. Mortal ou imortal, poucos realmente questionam. Pelo contrário, eles tentam arrancar do desconhecido as respostas que eles já moldaram em suas mentes: justificativas, explicações, formas de consolo sem as quais não conseguem seguir adiante. Questionar de verdade é abrir a porta do turbilhão. A resposta pode aniquilar a pergunta e o questionador.

Palavras do vampiro Marius no livro O Vampiro Lestat de Anne Rice.

Pensamento-critico_2Vivemos hoje num turbilhão. De todos os lados e por todos os meios, recebemos uma avalanche de informações e opiniões.  Muitas tratam de temas triviais ou irrelevantes para a nossa vida e nossa sociedade, mas outras não podem ser tratadas levianamente. São questões que afetam nossa liberdade, nosso bem estar, nossa dignidade, nossos direitos fundamentais e nosso futuro como indivíduos e como uma sociedade justa, civilizada e sustentável.

Somos confrontados com opiniões controversas que não podemos deixar de analisar, julgar e tomar uma posição. O modo como conduzimos nossas vidas depende do que acreditamos ser verdade e de quais ideias adotamos como legítimas e valiosas. Aceitar opiniões alheias sem examinar seus méritos significa entregar levianamente nosso destino nas mãos de outras pessoas, sem ao menos nos darmos ao trabalho de procurar conhecer as suas qualificações, suas intenções e, especialmente, em que se baseiam seus argumentos e quais as suas conseqüências. Pensar é preciso.

Use mais seu cérebro e tenha suas próprias opiniões

A boa notícia: nós todos nascemos com o equipamento necessário e suficiente, nosso cérebro. A má notícia: nossos professores têm sido muito devotados a nos ensinar o que pensar e pouco inclinados a nos ensinar como pensar. Ou o pior, pois alguns professores usam a sala de aula para fazer a pregação de suas convicções e dogmas, negando aos jovens a oportunidade de desenvolver seu raciocínio no confronto de pontos de vista e idéias divergentes. Como resultado, acumulamos muitas informações desconexas, mas não somos ensinados como usar estas informações de forma racional e objetiva e transformá-las em conhecimento. Falta-nos a habilidade de pensar criticamente sobre o que lemos, ouvimos e vivenciamos. Melhor dizendo, a habilidade até que existe, mas raramente a usamos, como bem dito pelo vampiro Marius criado por Anne Rice.

O que é o pensamento crítico e para que serve?

O pensamento crítico é a habilidade de pensar por nós mesmos e de tomar as decisões sobre em que acreditar e o que fazer, de forma racional, confiável e responsável. É também a habilidade de questionar ideias e opiniões, nossas e de terceiros, de forma objetiva; descobrir em que fatos, suposições, crenças ou preconceitos elas se baseiam; avaliar as fontes e as qualificações de quem opina; avaliar as conseqüências de adotar ou não essas ideias e  opiniões.

Um alerta: pensar criticamente não é atacar pessoas, mas examinar racional e objetivamente suas ideias, opiniões e argumentos e desvendar seus méritos e suas falhas. Também não significa adotar uma atitude negativa e hipercrítica em relação a tudo e a todos.

O pensamento crítico é um processo de avaliação da validade dos argumentos que apóiam uma opinião. Como todo processo, tem suas técnicas e exige algumas habilidades que podem ser aprendidas.

Nos dois próximos artigos abordaremos estas técnicas e habilidades, de forma que você possa dar os primeiros passos no desenvolvimento de seu raciocínio crítico. Veremos ainda como você mesmo pode usar o pensamento crítico para analisar argumentos e opiniões sobre assuntos do seu dia-a dia ou temas controversos de interesse geral como aquecimento global, combate à violência e à corrupção, descriminalização de drogas, legalização do aborto, política econômica e outros.

Bem usado, o pensamento crítico pode se tornar uma valiosa ferramenta para fortalecer sua criatividade e suas habilidades de liderança e de solução de problemas.

Artigos da  série Pensamento Crítico:

Pensamento crítico: o ceticismo saudável pode ser um valioso aliado de sua criatividade

Você tem opinião própria ou acredita em tudo que lê ou ouve?

As habilidades e atitudes do pensador crítico

Livros Criatividade

Artigos relacionados:

Criatividade e inteligência

Para inovar, questione as regras sagradas

Preconceitos: como exterminar idéias no berço

Como os erros de percepção afetam sua criatividade

Pensamento criativo – você está no controle

Para uma lista completa, consulte o Índice de artigos

Escreva seu comentário

{ 0 comentários… acrescente o seu agora }

Artigo anterior:

Artigo seguinte: