O que o teatro pode nos ensinar sobre liderança e criatividade

por Jairo Siqueira · 2 comentários

em Criatividade, Liderança

Atendendo a um convite do Max Reinert, este blog está participando da blogagem coletiva de apoio ao projeto “Mais Teatro, Brasil” que visa reunir assinaturas para o projeto de lei de incentivo popular que obrigue todo município com mais de 25 mil habitantes a receber um teatro com estrutura mínima para 250 espectadores. Junte-se também está campanha participando do abaixo-assinado no site Mais Teatro Brasil.

Por que o teatro é importante? Penso que ninguém expressou melhor a importância do teatro do que Oscar Wilde: “Eu considero o teatro como a maior de todas as formas de arte, o meio mais imediato com que um ser humano pode compartilhar com outro a consciência do que é ser um ser humano”. Ao mesmo tempo em que nos diverte, o teatro nos leva a refletir sobre sentimentos e emoções básicas como amor, ódio, ciúme, alegria, tristeza, amizade, traição, liberdade, opressão, inveja e ambição, que são atemporais e estão em todos os lugares.

Mas isto é o que vemos no palco. Interessa-me também o que acontece antes da cortina se abrir, toda a fase de planejamento, escolha dos atores e técnicos e os ensaios do elenco. Esta é a parte do iceberg que permanece oculta para os espectadores e representa meses de trabalho, dúvidas, estresse, dedicação e superação.

O trabalho do diretor com sua equipe tem muito a nos ensinar sobre liderança e criatividade. De modo especial, os líderes empresariais podem aprender com os diretores de teatro como gerenciar e harmonizar dois objetivos conflitantes:

1)     obter a unidade organizacional e a coesão do elenco em torno de uma visão ou conjunto de metas e, ao mesmo tempo,

2)     dar liberdade de expressão individual a pessoas com talentos únicos e diversificados.

O diretor de teatro tem um texto, um orçamento e um cronograma, mas sabe que os bons atores trazem para seus personagens algo a mais, algo diferente do que o autor pôs no papel. É esta criatividade que mantém o teatro vigoroso e vivo.

Como harmonizar disciplina e criatividade é grande lição que o mundo dos negócios pode aprender com o teatro. É uma habilidade que os lideres empresariais necessitarão cada vez mais para construir organizações mais ágeis, flexíveis e inovadoras. Estes desafios requerem paixão, criatividade, intuição, disposição para assumir riscos e um olhar mais cético para os benefícios da sistematização e de procedimentos detalhados. Vá mais ao teatro e aprenda como diretores e atores lidam com estes valores, sentimentos e desafios.

Livros Criatividade

Artigos relacionados:

Criatividade e intuição

Criatividade: como superar o medo de falhar

Como desenvolver a criatividade de sua equipe

Liderança inovadora: mitos e realidade

Micro gerenciamento: como se livrar da obsessão pelo controle excessivo

Para uma lista completa, consulte Índice de Artigos

Escreva seu comentário

{ 1 comentário… leia-o abaixo ou escreva o seu }

MaxReinert abril 26, 2010 às 16:58

Olá Jairo…

Muito boa sua aproximação do tema… concordo com tudo o que você diz… realmente tais aspectos da “organização” teatral (de produção e etc) são menos conhecidos pelo público … mas com certeza influenciam diretamente no resultado.

Muito obrigado por sua participação.
Vamos indo, usando a web também para construir ações positivas.

Responder

{ 1 trackback }

Artigo anterior:

Artigo seguinte: