Cinco dicas para você se tornar mais criativo

por Jairo Siqueira · 2 comentários

em Criatividade

Dicas de criatividade

 Através da prática constante de algumas medidas simples e pragmáticas você pode fortalecer sua criatividade e capacidade de gerar ideias inovadoras e originais.

 1. Formule o problema de uma maneira construtiva e desafiadora

 Um comercial da TV diz que o que muda o mundo não são as respostas, mas as perguntas. Perguntas tímidas fornecem respostas convencionais e dentro dos paradigmas vigentes, perguntas vigorosas libertam nossa imaginação e nos levam a explorar novos caminhos e a gerar ideias inovadoras. Leia mais em “A arte das perguntas criativas e desafiadoras”.

 2. Adie o julgamento e gere muitas ideias

 Não dirija com um pé no acelerador e outro no freio, a crítica prematura é grande inimiga da criatividade. A regra mais importante do pensamento criativo é a separação da fase de geração de ideias da fase de avaliação. A violação desta regra, isto é, a permissão de críticas a medida que as ideias surgem, resultará em constrangimentos e inibição da criatividade. Na fase de geração, todas as ideias devem ser anotadas, por mais que pareçam absurdas e revolucionárias. Ideias impraticáveis podem revelar conceitos valiosos para geração de soluções práticas e viáveis.

 Somente depois de concluída a etapa de geração e ideias é que entra a etapa para analisar, julgar, criticar, combinar ou aperfeiçoar as ideias surgidas.

 3. Avalie as ideias positivamente

 Gerar ideias é uma fase crucial do processo criativo, mas não é a única e nem a parte final, como alguns podem pensar. Decidir o que fazer com as ideias geradas, quais aproveitar e quais colocar de lado, é também uma atividade importante e crítica no processo de solução de problemas. Uma colheita descuidada pode por a perder os frutos de uma boa semente.

 Terminada a fase criativa, podemos ter algumas dezenas de ideias para examinar e selecionar. Neste ponto, a tendência natural é fazermos uma comparação entre essas ideias, usando critérios de viabilidade técnica, econômica, política, etc. Isto nos conduz a um processo de eliminações sucessivas, até restar uma única ideia. Pode ser um grande erro, pois estaremos usando um critério único para comparar coisas diferentes. Este erro pode nos levar a transformar uma riqueza de ideias numa pobreza de opções constituída somente pelas ideias mais triviais e conservadoras, ou por ideias muito visionárias e impraticáveis. Antes de comparar, classifique as ideias, agrupando-as segundo o grau de inovação. Leia mais em “Como selecionar suas melhores ideias”.

 4. Acredite em si e enfrente o medo de falhar

 Sempre que você tenta fazer alguma mudança ou criar algo novo, um dos ingredientes mais importantes é a convicção de que você pode ter sucesso no que está tentando realizar. Você pode ter o desejo e os conhecimentos para realizar o trabalho, mas se não acreditar que pode você nem tentará. O medo de falhar é um dos maiores obstáculos à criatividade e inovação, tanto no nível individual, como no nível organizacional.

 No nível individual, o medo de falhar está associado aos temores de parecermos ridículos, incompetentes ou irresponsáveis; de sermos punidos e prejudicados na nossa carreira. Decorre também de nossa educação formal, que nos exige sempre acertar na primeira vez, ignorando o que se passa no mundo real. No mundo real as coisas são bem diferentes, pois temos de lidar com incertezas, e o certo e o errado nem sempre são claros. Para crescer, temos de experimentar, errar às vezes, tentar de novo e aprender com nossos erros e sucessos. A opção de não arriscar e fazer sempre a mesma coisa é a opção pela mesmice e mediocridade. Leia mais em “Criatividade: como superar o medo de falhar”.

 5. Assuma a responsabilidade pela sua criatividade

 A criatividade não é algo que acrescentamos ocasionalmente ao nosso trabalho regular. Ela é um modo de realizar nosso trabalho no dia a dia; é um modo de vida. Para desenvolver a criatividade, devemos praticá-la diariamente, através do cultivo de atitudes e do emprego de técnicas e ferramentas de criatividade em todos os aspectos de nossa vida profissional e particular.

 Leia mais sobre as atitudes das pessoas criativas em “As 10 atitudes das pessoas altamente criativas”. Leia mais sobre técnicas e ferramentas em “Ferramentas de criatividade”.

Livros Criatividade

 Artigos relacionados:

Conheça e explore sua criatividade

 Criatividade: mente aberta, olhos e ouvidos atentos

Perfil das pessoas criativas: os leitores opinam

O segredo da criatividade de Walt Disney

 Faça sua escolha: voe com as águias ou ande com as galinhas 

Para uma lista completa, consulte o Índice de artigos

Escreva seu comentário

{ 2 comentários… leia-os abaixo ou escreva o seu }

Antulio de Oliveira março 21, 2012 às 21:23

É um grande previlégio para todos nós ter a oportunidade de ler mais um artigo do Professor Jairo Siqueira especialista nesta área de conhecimento que é a Criatividade e Inovação.
Professor Jairo escreve de maneira simples e direta sem abrir mão da profundidade necessária ao assunto. Este artigo que o diga!
Obrigado por mais uma contribuição ao conhecimento desta impolgante área.

Responder

Jairo Siqueira março 22, 2012 às 10:25

Antulio, obrigado pelos seus comentários e espero contar sempre com seu apoio. Um grande abraço.

Responder

Artigo anterior:

Artigo seguinte: